Você também pode AJUDAR a manter a qualidade do Blog !!!

Para o Blog "24 horas brasil" estar sempre bem atualizado e ser o melhor site sobre a série com a qualidade que vocês estão acostumados é simples, basta clicarem nos anúncios do Google contidos pela página. Obrigado a todos !!!

terça-feira, 3 de novembro de 2009

domingo, 20 de setembro de 2009

Cherry Jones garante mais um prêmio para "24"



A atriz americana Cherry Jones que viveu a presidente dos estados unidos Allison Taylor durante o telefilme 24: Redemption e a 7ª temporada de 24 horas garantiu esta noite (20/09) mais um Emmy para a série, que passa a ser uma das mais premiadas da história da televisão americana. Ao receber a notícia de que era a vencedora Cherry da um selinho em Kiefer Sutherland, que tambem havia sido indicado para o prêmio de melhor ator em telefilme para tv.

As nomeadas ao Emmy de melhor atriz coadjuvante em série dramatica foram:

Rose Byrne - “Damages” (FX Networks)
Hope Davis - “In Treatment” (HBO)
Cherry Jones - “24″ (Fox)
Sandra Oh - “Grey’s Anatomy” (ABC)
Dianne Wiest - “In Treatment”
Chandra Wilson - “Grey’s Anatomy” (ABC)


Veja a entrega do Prêmio







Sua História


Nascida em 21 de novembro de 1956, Paris, Tennessee) é uma atriz americana de bastante prestígio no teatro, ganhadora do prêmio Tony Award.

Jones é conhecida principalmente por seus trabalhos nos palcos, principalmente por suas atuações que lhe renderam o prêmio Tony Award de protagonista nas peças The Heiress, produzida em 1995 no Lincoln Center, e Doubt, peça de Jhon Patrick Shanley que estreou em 2005 no teatro Walter Kerr.

Outras de suas atuações na Broadway incluem as peças Imaginary Friends, de Nora Ephron; Angels in América; Perestroika, remake de 2000 da peça A Moon for the Misbegotten; e Our Country's Good, de Timberlake Wertenbaker, pela qual ela ganhou sua primeira indicação ao prêmio Tony. Ela é considerada como uma das melhores atrizes de teatro dos EUA.

Recentemente, Jones se aventurou trabalhando na indústria de filmes, em papéis secundários, na maioria das vezes. Seus créditos no cinema incluem Cradle Will Rock, Mar em Fúria, Doze Homens e Outro Segredo, Sinais e A Vila.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Mark Bishop (Michael Shanks)


È um lobista de Washington e um espião russo, que é secretamente envolvido com Lisa Miller. Tom Lennox tenta o engana, e depois obriga Mark a transmitir informações falsas para os russos.

Reed Pollock (Chad Lowe)


È o vice presidente de estado da casa branca. Ele foi envolvido em uma conspiração de assassinato para remover o presidente Wayne Palmer do cargo, porém o assassinato falhou. Palmer permaneceu em coma, e Pollock foi detido pouco depois.

Bruce Carson (Reilly Burke)


È um especialista do setor privado de segurança. Carson se une com Reed Pollock para assassinar o presidente Wayne Palmer, para que o Vice Presidente Daniels possa assumir o cargo. Carson é preso com Pollock após a tentativa de assassinato.

Ostroff (Alex Kuznetsov)


È um terrorista da Europa Oriental que trabalha para Vladimir Bierko. Ele compra um cartão-chave que pertence a Lynn McGill, que foi roubado pelo namorado de sua irmã horas antes e o usa para liberação de um gás nervoso no sistema de ventilação do edifício da CTU. Enquanto ele tenta escapar do prédio, Jack o mata.

Ivan Erwich (Mark Sheppard)


Ele trabalha para o terrorista Vladimir Bierko. Ele é um membro do movimento separatista Brigada Dawn responsáveis pela tomada de reféns no Aeroporto Ontário e de liberar um gás nervoso em um shopping center americano. Após Erwich dizer a Bierko que o gás Sentox é eficaz, Bierko da facadas em seu peito, matando-o por ele ter colocado muita fé nos seus contatos americanos que mudaram o rumo principal da missão que era levar todo o gás para a russia para ser liberado em Moscou.